GERENCIADOR DE PROCESSOS

Gerenciador de processos

Um processo é como se fosse um programa em execução, mas com uma estrutura bem mais complexa, pois o processo possui o programa a ser executado juntamente com as informações para essa execução. Enquanto o programa é uma entidade passiva, o processo é a entidade ativa que possui um contador de programas que especifica a próxima instrução a ser executada.


Nos sistemas operacionais mais antigos cada processo possui um unico fluxo de controle e as instruções eram executadas sequencialmente. Nos dias atuais, os processos dos sistemas operacionais iniciam um ou mais subprocessos que podem ou não serem executados paralela ou concorrente.


Thread é a  forma de um processo paralelizar a execução de partes de um código. Cada thread possui seu próprio contador de programa, sua pilha e seus registradores, porem, compartilham o mesmo espaço de endereçamento.


Em sistemas mais tradicionais os processos possuem um único fluxo, conhecido como single thread, nos sistemas mais atuais já se pode trabalhar com múltiplos fluxos de controle e com isso compartilhar o mesmo espaço de endereçamento e com execução paralela, isso que é chamado de multiprocessamento. Isso pode nos mostrar que threads podem assumir o comportamento com execução de forma concorrente ou paralela dependendo da configuração dos sistemas operacionais dos computadores.


Thread só serão usadas se o sistema operacional do computador conseguir suportá-la e existir um gerenciador para elas Os processos e subprocessos possuem independências que as thread não possuem, pois essas compartilham espaços de endereçamentos, mesmas variáveis globais, arquivos, CPU com outras, pois as theads pode acessar todo o espaço virtual de endereçamento do processo pai e de outras threads e ainda pode criar outras como ela.


A execução de um processo começa com a criação e o carregamento dele em memória. Quando o processo é carregado na memoria que ele pode ser escalado para tomar o controle da CPU e realizar seu processamento até o fim. Na memória um processo pode estar num dos três estados, que são: estado em execução, estado em espera pela ocorrência de um evento solicitado por ele mesmo e no estado e pronto para execução.

0 comentários:

Leia também

 

Copyright © De Tudo e Mais Um Pouco! Design by O Pregador | Blogger Theme by Blogger Template de luxo | Powered by Blogger