Telmário vota a favor do impeachment, único senador a mudar de posição

Telmário vota a favor do impeachment, único senador a mudar de posição

Na segunda (29), senador disse a Dilma que ela não havia cometido crime.
G1 apurou que ele sentiu 'traído' com candidatura do PT em Boa Vista (RR).

Após afirmar em discurso que Dilma Rousseff não havia cometido "nenhum crime" e anunciar voto contra o impeachment da petista, o senador Telmário Mota (PDT-RR) mudou de posição e votou nesta quarta-feira (31) pelo afastamento definitivo da petista.

Nas duas votações anteriores do processo no Senado – a que abriu o procedimento na Casa e a que levou Dilma a julgamento –, o senador de Roraima havia votado a favor de Dilma.

O voto de Telmário Mota destoou do discurso que o senador fez, na segunda-feira (29), durante o interrogatório de Dilma pelos senadores (veja no vídeo acima).
Na ocasião, Telmário defendeu a então presidente afastada e disse que ela não havia cometido "nenhum crime". Ele disse a jornalistas, na ocasião, que havia decidido votar contra o impeachment.
Após afirmar em discurso que Dilma Rousseff não havia cometido "nenhum crime" e anunciar voto contra o impeachment da petista, o senador Telmário Mota (PDT-RR) mudou de posição e votou nesta quarta-feira (31) pelo afastamento definitivo da petista.

Nas duas votações anteriores do processo no Senado – a que abriu o procedimento na Casa e a que levou Dilma a julgamento –, o senador de Roraima havia votado a favor de Dilma.

O voto de Telmário Mota destoou do discurso que o senador fez, na segunda-feira (29), durante o interrogatório de Dilma pelos senadores (veja no vídeo).

Na ocasião, Telmário defendeu a então presidente afastada e disse que ela não havia cometido "nenhum crime". Ele disse a jornalistas, na ocasião, que havia decidido votar contra o impeachment.
Fonte: G1


0 comentários:

Leia também

 

Copyright © De Tudo e Mais Um Pouco! Design by O Pregador | Blogger Theme by Blogger Template de luxo | Powered by Blogger